O crescimento e desenvolvimento do mercado de cibersegurança não só fomentou o desenvolvimento de novas tecnologias como desenvolveu diversas profissões ao redor deste tema. Muitas outras profissões relacionadas à tecnologia como DBAs (Administradores de Banco de Dados) e profissionais de BI (Inteligência de Negócios) passaram por etapas parecidas como o momento atual da área de cibersegurança.

Esta etapa profissional é caracterizada por uma alta procura de profissionais pelas empresas e ao mesmo tempo a falta de pessoas disponíveis que preencham os requisitos. Essa combinação de fatores resulta em melhores condições de trabalho e remunerações.

Mas o que todas essas profissões que passaram por essa etapa têm em comum além do conhecimento técnico apurado que você deve desenvolver? Nós listamos 3 dicas abrindo o jogo sobre o que os melhores profissionais de cibersegurança fazem ou fizeram para entrar ou se manter nesse mercado.

Inglês, inglês e inglês

Vamos começar com o simples, a primeira coisa que você precisa saber é que você precisa falar inglês. Entenda que 100% do conteúdo técnico que você precisará consultar, estudar e se certificar será em inglês, então ter o famoso inglês técnico que desenrole a leitura de documentação é essencial.
Se você já possui o inglês técnico, a dica para você é não pare por ai! O sucesso da sua jornada na área de cibersegurança está ligada ao nível de fluência na língua inglesa. Nós também sabemos que aprender inglês na maioria dos casos no Brasil não é uma tarefa fácil e está muito mais disponível para a elite.
Por esse motivo nós trouxermos algumas dicas pra te ajudar a aprender inglês de forma gratuita:

1. Use o MeetUp! Esta plataforma permite você criar e procurar eventos próximos de você ou em qualquer lugar de forma muito fácil. Crie uma conta no MeetUp e procure por grupos de pessoas que querem falar inglês (existem muitos) que se reúnem toda semana ou mensalmente para praticar a língua. Vá mesmo que você só saiba dizer “hello”. O importante é que você esteja lá e escute as pessoas falando e volte na próxima semana.

2. Assista suas séries preferidas legendada e repita o episódio várias vezes com a legenda em inglês até você decorar. Repita esse processo para uma temporada inteira da sua série. Uma boa dica nesse processo é você pausar sempre que encontrar uma palavra nova que não entendeu e jogar ela no Google seguida da palavra “means” (em português: significado) você vai adorar o resultado.

3. Altere tudo que você utiliza para a linguagem inglês. Todos os softwares, aplicativos, portais, notebooks, celulares e outros. É importante que você comece essa mudança agora mesmo.

A base do conhecimento é tudo

Nossa segunda dica é sobre o lado técnica e envolve estudo. Você vai ter que sacrificar algumas centenas de horas, eu diria, para criar a famosa base de conhecimento em linguagem, sistemas operacionais e redes. Não, você não precisa estudar todas as linguagens ou todos os sistemas operacionais, mas uma vez que você entenda como a arquitetura por trás de cada um e como a lógica funciona você irá avançar nos conceitos de segurança da informação muito mais rápido que a média que compra curso de Hacker sem nenhuma base.

Experiência Profissional

Você vai ter que trabalhar e não vai ser no seu emprego dos sonhos logo no começo. Não adianta querer pular essa etapa, de uma forma ou de outra, você vai precisar de um lugar para treinar, errar, melhorar e se especializar até estar pronto para o seu primeiro emprego dos sonhos.

Por fim, entenda que ser melhor que a média não te torna bom em algo. Mantenha sempre a humildade e aprenda o máximo possível sobre cibersegurança com outros profissionais na internet, participando da comunidade, investindo em você e faça viagens para visitar eventos de cibersegurança, pois será lá que você vai se conectar com pessoas sensacionais e aumentar sua rede de relacionamento profissional.

Deixe uma resposta

Instagram

[instagram-feed num=6 cols=6 showfollow=false showheader=false showbutton=false showfollow=false]
%d blogueiros gostam disto: